pixel

Sensos da Qualidade – Você já ouviu falar dos 5?

sensos da qualidade

Os 5 sensos da qualidade podem ser a divisa entre o fracasso e o sucesso do seu negócio, pois estão diretamente ligados às melhores práticas e o que chamamos de Qualidade Total.

Trata-se de uma metodologia criada no Japão, e que tem como objetivo a melhora dos atributos e habilidades organizacionais, considerada como uma das bases para a implantação de normas de Qualidade Total, muito conhecida como norma ISO.

É assim chamada devido a primeira letra de cinco palavras japonesas: Seiri, Seiton, Seiso, Seiketsu, Shitsuke. Deste modo, ao traduzirmos temos os sensos de: Utilização, Organização, Limpeza, Saúde e Disciplina. Ademais, a noção e a essência de segurança estão embutidas intrinsicamente em cada um deles.

Cyber Security – ferramenta para os sensos da qualidade

Foto De Um Laptop Ligado

E atualmente um dos principais aspectos da segurança empresarial é a Cyber Security, fator inerente e uma das ferramentas dos “cinco sensos da qualidade”, além de ser uma das principais garantias para se alcançar e manter a excelência organizacional.

Quantas vezes já ouvimos que “prevenir é o melhor remédio”, pois além de ser mais barato pode evitar falhas irremediáveis? Mesmo assim, muitas empresas são pegas por ataques agressivos aos bancos de dados.

O cenário de ameaças continua a evoluir com ataques sigilosos (ou não) e cada vez mais sofisticados. Isto é, frequentemente burlam a tecnologia de segurança e superam a experiência de muitas organizações.

Quando ocorre um ataque, a velocidade de remediação e recuperação é crítica para minimizar o impacto nas operações de negócios. Afinal, ameaças persistentes avançadas podem surgir rapidamente em sua rede, infectando seus endpoints. E com isso, movendo-se lateralmente em seus sistemas e interrompendo seus negócios.

Para quem não tem familiaridade com o termo, vale explicar que endpoints são pontos de comunicação de acesso a uma aplicação, por exemplo, um equipamento ou um usuário final.

E claro, cada segundo conta quando se está sob ataque e a capacidade de contê-lo pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso de um negócio. Decerto, para tanto tem surgido no mercado de segurança  soluções bastante eficazes para proteção e contenção, entre elas da empresa Crowdstrike.

Essas soluções removem com muita precisão as ameaças persistentes aos seus endpoints, usando os recursos de “Resposta em Tempo Real” da plataforma Falcon. Deste modo, os processos são eliminados, os arquivos maliciosos excluídos e os scripts de recuperação executados em escala.

Métodos tradicionais de recuperação

sensos da qualidade

Já os métodos tradicionais de recuperação de “ameaças persistentes avançadas” contam com a formatação e reinicialização de endpoints a partir de backups. Contudo, isso pode causar a paralisação da empresa.

Eles não resolvem mais. Assim, faz-se necessário combinar uma nova tecnologia, estratégias diferenciadas e experiência para detectar, analisar e remediar incidentes de segurança. Com isso, a recuperação ágil no intuito de evitar a paralização dos negócios é permitida. E temos a certeza que você não pensa de maneira diferente.

Cinco sensos na prática

Trazendo na prática um pouco dos “Cinco Sensos”, podemos afirmar que esse tipo de solução, além de inovadora, é definitivamente útil para a manutenção dos sistemas.

Ela promove processos organizados e transparentes, mantém o equilíbrio empresarial impactando no trabalho dos colaboradores, e claro, garante uma maior tranquilidade para os gestores.

Quer mais informações sobre o assunto? Acesse o nosso LinkedIn!

© 2020 nv7. Todos os direitos reservados.